A ARMA PERFEITA (The Perfect Weapon, 1991) | REVIEW

Fruto de um lar desestruturado, Jeff Sanders (Jeff Speakman, de JUSTICEIRO DA NOITE) é um típico jovem rebelde e de temperamento explosivo. Por sugestão de Kim (Mako, de CONAN – O DESTRUIDOR), um velho amigo da família Sanders, Jeff é matriculado numa escola de Karatê Kenpo para aprender autodisciplina. Sem conseguir controlar sua má índole, Jeff acaba sendo expulso de casa pelo pai depois de se envolver numa briga que quase provoca a morte de um colega de escola. Anos depois, Jeff descobre que seu velho amigo Kim está sendo extorquido pela máfia coreana e decide retornar ao lar para ajudá-lo.

Depois de produzir diversos filmes do belga Jean-Claude Van Damme e dirigir um deles – KICKBOXER – O DESAFIO DO DRAGÃO – o cineasta Mark DiSalle topou comandar essa produção orçada em 10 milhões de dólares para a Paramount, protagonizado por Jeff Speakman, um novo candidato a astro de filmes de ação, seguindo a tradição do cinema-macho dos anos 80.

Faixa preta em Karatê Goju-ryu e Kenpo, Speakman tem um estilo impressionante, que em A ARMA PERFEITA fica bem nas sequências de pancadaria coreografadas pelo veterano Rick Avery. A cena em que ele finaliza três oponentes em uma academia é de cair o queixo. Outra cena memorável é a luta final entre Speakman e o matador vivido pelo ator e campeão de luta-livre Professor Toru Tanaka, um velho conhecido do público da época por ter participado de dois filmes dos astros Chuck Norris e Arnold Schwarzenegger, geralmente em papéis sem falas, e por ser grande e forte como um gorila.

Infelizmente, a falta de carisma junto ao público sepultou a carreira cinematográfica de Jeff Speakman em 2006. Atualmente, ele ministra aulas de Kenpo nos EUA e ao redor do mundo, e em 2013 voltou a ser notícia depois de enfrentar uma batalha contra um câncer de garganta. A ARMA PERFEITA é dedicado a Ed Parker, fundador do Kenpo americano e um dos mestres de Speakman.

Além de Mako e Toru Tanaka, o elenco de apoio conta com a presença de James Hong (GARRAS DE ÁGUIA), Cary-Hiroyuki Tagawa (MASSACRE NO BAIRRO JAPONÊS) e uma pequena participação da atriz Mariska Harghtay, antes de ficar famosa com a série LEI E ORDEM: UNIDADE DE VÍTIMAS ESPECIAIS.

Apesar de não ser nenhum primor de qualidade ou originalidade, o que diferencia a A ARMA PERFEITA de muitos filmes de artes-marciais americanos produzidos no mesmo período é o roteiro assinado por David C. Wilson (O AGENTE DA U.N.C.L.E.). De resto, temos uma obra que entrega exatamente o que promete ao seu público-alvo.

Vale destacar uma curiosidade: Jeff Speakman assinou um contrato com a Paramount para quatro filmes. Um dos roteiros que acabou não sendo filmado, sobre um policial que enfrenta um terrorista, foi adquirido pela Fox e se tornou o grande sucesso VELOCIDADE MÁXIMA, estreado por Keanu Reeves.

Gostou do conteúdo? Seja o nosso patrão! Yippee Ki Yay, Motherfucker!

1 Comentário

Deixe uma resposta

  • Marlos pelo o que eu soube o Jeff Speakman fez esse filme com o propósito de mostrar o Kenpo ao mundo, ele e um segundo filme que não me recordo o nome, muito interessante., de qualquer forma a review e esse filme mostra um protagonista bem bad ass, diferente do que dizem ser o próprio ator na vida real, que segundo dizem é um cara bem gente fina, valeu Marlos.