Filmado em 8mm, LE ACCELERATOR é “ação arthouse” até o talo!

Para quem curte cinema experimental, abstrato, surreal, etc, uma boa pedida dentro do gênero thriller/ação recente talvez seja o projeto do diretor/videomaker norueguês Thomas Eikrem (editor da Filmrage Magazine), intitulado LE ACCELERATOR. Totalmente avesso ao convencional, ao comercial, o filme parece mais interessado em oferecer uma experiência sensorial a um público específico do que realmente contar uma história usual ou agradar grandes plateias. Mesmo trabalhando com elementos do cinema de ação, do crime e artes marciais. Algo que me lembra um bocado os filmes de Seijun Suzuki (BRANDED TO KILL, TOKIO DRIFTER).

É evidente que um projeto desses é independente, realizado com baixo orçamento e já fazem alguns bons anos que se sabe da existência de LE ACCELERATOR. Em 2014, por exemplo, Eikren concedeu uma entrevista ao site Furious Cinema sobre o filme. Segundo o diretor, “LE ACCELERATOR é a história de um assassino que parte em uma jornada espiritual depois de ter sido contratado para eliminar 10 pessoas, por razões desconhecidas, em várias partes ao redor do mundo. Sua meditação é da morte. O nosso protagonista acredita que a única coisa que os homens têm em comum é o conhecimento do último destino: a morte!  Não há escapatória. Ele não faz mudança alguma, apenas acelera a jornada para aqueles que estão em sua lista.

Recentemente, o trailer de LE ACCELERATOR caiu na rede. Pelas imagens, aparenta ter um cuidado e consciência artística de seu autor em fazer um poema visual e transgressor. Só o fato de ser todo filmado em 8mm, a mais estreita das bitolas, já significa muita coisa. Não deixa, no entanto, de ser uma obra esquisita… Confira, portanto, por sua conta e risco, o trailer de LE ACCELERATOR e conheça essa provável pérola arthouse.

LE ACCELERATOR já deve ter sido apresentado em alguns círculos fechados de exibição, mas esperamos poder vê-lo de alguma maneira ainda este ano.

Gostou do conteúdo? Seja o nosso patrão! Yippee Ki Yay, Motherfucker!

Adicione um comentário

Deixe uma resposta